Frete Gratis a partir de R$299. Todo site até 10x s/ juros!

SEUS OLHOS E A POLUIÇÃO: QUAIS OS RISCOS E COMO PROTEGÊ-LOS

SEUS OLHOS E A POLUIÇÃO: QUAIS OS RISCOS E COMO PROTEGÊ-LOS

Como a poluição pode prejudicar a visão e quais são as medidas de proteção

A poluição é um problema ambiental que afeta não só a qualidade do ar, mas também a saúde das pessoas.

A poluição pode prejudicar a visão, provocando irritação, inflamação, infecção e até cegueira.

Neste post, vamos explicar como a poluição pode afetar os olhos e quais são as medidas de proteção que podemos adotar para evitar ou minimizar os danos.

Como a poluição afeta os olhos?

A poluição pode afetar os olhos de várias formas, dependendo do tipo, da intensidade e da duração da exposição. Os principais agentes poluentes que podem prejudicar a visão são:

  • Partículas sólidas

    • São pequenas partículas de poeira, fumaça, fuligem, entre outras, que ficam suspensas no ar e podem penetrar nos olhos, causando irritação, vermelhidão, coceira, lacrimejamento e alergia.

    • As partículas sólidas também podem transportar micro-organismos, como bactérias, vírus e fungos, que podem provocar infecções oculares, como conjuntivite, ceratite e úlcera de córnea.

  • Gases

    • São substâncias químicas que se encontram no estado gasoso e que podem ser inaladas ou entrar em contato com os olhos, causando ardência, queimação, sensação de areia e fotofobia.

    • Alguns exemplos de gases poluentes são o ozônio, o dióxido de enxofre, o monóxido de carbono, o dióxido de nitrogênio e o amoníaco.

  • Luz artificial

    • É a luz produzida por fontes artificiais, como lâmpadas, telas, anúncios, entre outras, que podem emitir uma radiação chamada luz azul, que tem um comprimento de onda mais curto e uma energia mais alta do que as outras cores do espectro visível.

    • A luz azul pode ser prejudicial para a retina, causando danos às células fotorreceptoras e aumentando o risco de degeneração macular relacionada à idade (DMRI), uma doença que afeta a parte central da visão.

    • A luz azul também pode interferir no ciclo circadiano, que é o relógio biológico que regula o sono e a vigília, prejudicando a qualidade do sono e a saúde geral.

Quais são as medidas de proteção contra a poluição?

Para proteger os olhos contra os efeitos nocivos da poluição, é preciso adotar algumas medidas preventivas e curativas, que podem variar de acordo com o grau de exposição e a sensibilidade de cada pessoa. Algumas dessas medidas são:

Evitar ou reduzir a exposição à poluição

Sempre que possível, é recomendável evitar ou reduzir o contato com fontes de poluição, especialmente em dias com índices elevados de poluição do ar ou em locais com muita luz artificial.

Algumas dicas para evitar ou reduzir a exposição à poluição são:

  • Evitar sair de casa nos horários de pico de trânsito ou de queima de lixo, que aumentam a concentração de partículas sólidas e gases no ar.

  • Evitar frequentar locais com muita fumaça, como bares, churrascarias ou áreas de fumantes, que podem irritar os olhos e as vias respiratórias.

  • Evitar usar as telas de dispositivos eletrônicos por longos períodos de tempo ou em ambientes escuros, que podem causar fadiga ocular e exposição excessiva à luz azul.

  • Evitar usar as telas de dispositivos eletrônicos antes de dormir, pois a luz azul pode atrapalhar a produção de melatonina, o hormônio do sono, e dificultar o adormecimento.

homem no celular a noite poluição nos olhos

Usar proteção ocular adequada

Sempre que estiver exposto à poluição, é aconselhável usar algum tipo de proteção ocular, como óculos, lentes ou colírios, que podem ajudar a evitar ou aliviar os sintomas causados pela poluição. Algumas dicas para usar a proteção ocular adequada são:

  • Usar óculos de sol com lentes que filtrem os raios ultravioleta (UV) e a luz azul, que podem danificar a retina e causar DMRI. Os óculos de sol também podem proteger os olhos das partículas sólidas e dos gases poluentes que ficam no ar.

  • Usar colírios lubrificantes, que podem ajudar a hidratar e limpar os olhos, removendo as partículas sólidas e aliviando os sintomas de irritação, ardência e vermelhidão. É recomendável usar colírios sem conservantes, que são mais seguros e menos alergênicos, e consultar o oftalmologista antes de usar qualquer tipo de colírio.

mulher usando colirio poluição nos olhos

Higienizar os olhos, as mãos, os óculos e as lentes de contato com frequência

Para evitar que a poluição cause infecções ou inflamações nos olhos, é importante higienizar os olhos, as mãos óculos e ou lentes de contato com frequência, especialmente após a exposição à poluição.

Algumas dicas para higienizar os olhos e as mãos são:

  • Lavar os olhos com água corrente ou soro fisiológico, que podem ajudar a remover as partículas sólidas e os micro-organismos que podem ficar nos olhos. Não se deve usar água mineral, água boricada ou outros produtos químicos, pois podem causar irritação ou alergia nos olhos.

  • Lavar as mãos com água e sabão, que podem ajudar a eliminar os germes e as impurezas que podem ficar nas mãos. Não se deve tocar os olhos com as mãos sujas ou contaminadas, pois podem transmitir infecções ou inflamações nos olhos.

  • Usar lentes de contato com atenção, pois elas podem acumular partículas sólidas e micro-organismos que podem causar infecções oculares. É importante limpar e trocar as lentes de contato regularmente, seguir as orientações do oftalmologista e evitar usá-las em ambientes muito poluídos ou secos.

  • É importante higienizar os óculos, tanto de sol quanto de grau, que podem acumular partículas sólidas, gases e micro-organismos que podem irritar ou infectar os olhos. Para limpar os óculos corretamente, você pode seguir os seguintes passos:

    • Lave bem as suas mãos com água e sabão neutro;

    • Em seguida, molhe seu óculos na água (pode ser da pia mesmo);

    • Aplique o sabão em todo óculos (armação e lente);

    • Enxágue bem, removendo todo sabão;

    • Seque bem seu óculos com um paninho bem macio de microfibra.

    Você também pode usar lenços para limpeza de lentes, que são práticos e não contêm aditivos prejudiciais às lentes. Evite usar tecidos ou papéis que possam arranhar ou danificar as lentes.

limpando os óculos poluição nos olhos

Consultar um oftalmologista regularmente

Por fim, é essencial consultar um oftalmologista regularmente, pelo menos uma vez por ano, para verificar a saúde dos olhos e a necessidade de correção visual.

Muitas vezes, os problemas causados pela poluição podem passar despercebidos ou ser confundidos com outras doenças, e podem afetar o desempenho visual e a qualidade de vida das pessoas. Por isso, é importante estar atento aos sinais de alerta, como:

  • Dificuldade para enxergar de longe ou de perto, que pode indicar problemas de refração, como miopia, hipermetropia ou astigmatismo.

  • Dor de cabeça, que pode indicar fadiga ocular, tensão muscular ou aumento da pressão intraocular, que pode levar ao glaucoma.

  • Lacrimejamento, que pode indicar ressecamento, irritação ou alergia nos olhos, ou ainda obstrução do canal lacrimal.

  • Coceira, que pode indicar alergia, infecção ou inflamação nos olhos, como conjuntivite, blefarite ou ceratite.

  • Vermelhidão, que pode indicar irritação, infecção ou inflamação nos olhos, como conjuntivite, uveíte ou úlcera de córnea.

  • Fotofobia, que pode indicar sensibilidade à luz, que pode ser causada por problemas na córnea, na íris ou na retina, ou ainda por doenças sistêmicas, como meningite ou enxaqueca.

  • Visão borrada, que pode indicar problemas na córnea, no cristalino ou na retina, que podem afetar a nitidez e a clareza da visão.

coceira nos olhos poluição nos olhos

Adotar hábitos saudáveis para a visão

Além de proteger os olhos da poluição, é importante adotar hábitos saudáveis que possam melhorar a saúde e a qualidade da visão, como:

  • Ter uma alimentação equilibrada, rica em vitaminas, minerais e antioxidantes, que podem prevenir ou retardar o aparecimento de doenças oculares, como catarata, glaucoma e DMRI. Alguns alimentos que são bons para a visão são cenoura, espinafre, brócolis, laranja, ovo, peixe, nozes, entre outros.

  • Beber bastante água, que ajuda a hidratar o corpo e os olhos, evitando a desidratação e o ressecamento ocular, que podem agravar os efeitos da poluição.

  • Praticar exercícios físicos, que melhoram a circulação sanguínea e a oxigenação dos tecidos, inclusive dos olhos, prevenindo ou reduzindo o risco de doenças oculares, como glaucoma e DMRI.

  • Descansar os olhos, que é fundamental para evitar a fadiga ocular e o estresse visual, que podem causar dores de cabeça, dificuldade de foco, visão embaçada, entre outros problemas. É recomendável fazer pausas regulares ao usar as telas de dispositivos eletrônicos, piscar os olhos com frequência, e dormir bem, que é o momento em que os olhos se regeneram.

mulher bebendo água poluição nos olhos

Conclusão

A poluição é um fator de risco para a visão, que pode causar diversos problemas oculares, desde irritação e inflamação até infecção e cegueira. Por isso, é importante proteger os olhos da poluição, usando proteção ocular adequada, mantendo uma boa higiene ocular e adotando hábitos saudáveis para a visão.

 

Explore nossos posts abaixo e mergulhe no universo dos hábitos que podem tanto iluminar quanto obscurecer a saúde dos seus olhos.

-COMO O ESTRESSE AFETA SEUS OLHOS E 7 DICAS PARA RELAXÁ-LOS

-ENTROU CISCO NO OLHO? VEJA O QUE FAZER!

-É IMPORTANTE PISCAR?

-COÇAR OS OLHOS FAZ MAL?

-ÓCULOS DE SOL ORIGINAIS ! PORQUE USAR?

 

Fonte:

CETESB

 

GOSTOU DAS DICAS? 

SE SIM, COMPARTILHE COM QUEM TEM ESSAS MESMAS DÚVIDAS !

TOMARA QUE A GENTE TENHA CONSEGUIDO AJUDAR :)

CONTE COM A GENTE!

EQUIPE OKULOS =)



© 2023 - Okulos Comércio Varejista de Produtos Ópticos LTDA-ME. - CNPJ 22.096.391/0001-22 - Endereço da Sede Administrativa: Rua Ubaldino do Amaral, Centro - RJ - 20.231-016